Persistência e organização

15 de outubro de 2019

Mayara Costa, empreendedora social da Paraíba, criadora da Te Orienta, fala sobre os desafios dos negócios sociais no Nordeste.


Este conteúdo foi produzido pela Su Causa Mi Causa, parceira do Impacta Nordeste. Clique aqui e conheça!


Fazer muito com pouco: assim se pode definir a atuação de empreendedores sociais em regiões como o Nordeste. A reflexão é de Mayara Costa, empreendedora social da Paraíba, com base nas suas experiências de trabalho: “O Nordeste oferece boas oportunidades para que empreendedores sociais abram seus negócios, visto que nossa região é uma das que mais possui problemas sociais e ambientais a serem resolvidos”.

Mestranda em Administração de Empresas pela UFCG, Mayara atuou por quase três anos na Fundação Parque Tecnológico da Paraíba, trabalhando principalmente com projetos e incubação de negócios. Para a empreendedora, ainda é preciso superar algumas dificuldades para gerar mais oportunidades de investimento, uma vez que o mercado local ainda é mais tradicional, e não é adepto a riscos.“No momento, o principal desafio é a sensibilização de investidores locais”, afirma Mayara.

Para esta missão, ela indica aos empreendedores sociais alguns passos importantes para cativar investidores: identificar o valor de investimento pretendido, ter muito claro e definido como utilizará o recurso investido, listar possíveis investidores (fundos de investimento, pessoa física, investidor anjo etc), estudar a tese de investimento e impacto do investidor-alvo, e estruturar uma apresentação condizente. Vale lembrar que também é imprescindível ter a ciência do nível de maturidade do negócio e um plano de investimento minimamente estruturado, seja de que nível for (ideação, operação, tração etc).

“O Nordeste para mim possui uma cultura própria e singular. Em qualquer situação, as pessoas tendem a se unir em situações de dificuldade. A região como um todo possui um sentimento de ‘bairrismo’ em que muitos jovens que saíram de lá para estudar ou trabalhar estão voltando com o mindset de transformar o lugar ao qual pertencem. Para mim, não tem nada mais visível hoje por aqui do que esse desejo de mudança das pessoas, e especialmente dos jovens, que têm assumido o papel de protagonistas”, avalia Mayara.

Mayara Costa, criadora da Te Orienta

É o caso da Unistay, uma plataforma desenvolvida por jovens empreendedores de Campina Grande, que auxilia estudantes a encontrarem moradia acessível e correspondente ao seu perfil de forma simples. Sua causa é colaborar com a diminuição da evasão de estudantes universitários por falta de condições de se manterem em outra cidade/estado.

Para desenvolver projetos assim, Mayara reconhece que os negócios sociais do Nordeste ainda têm contado muito com financiamento de fora da região. Contudo, para ela, o intercâmbio é tão importante quanto sensibilizar os investidores locais. “Claro que nós temos muito o que aprender com o desenvolvimento das regiões sul-sudeste, então trocar experiências e conhecimento é importante. A conexão criada com pessoas que têm o mesmo propósito ajuda todos a crescer.”

Fomentando o investimento social privado

Para que o movimento dos negócios sociais ganhe mais força no Nordeste, foi criado o C.acto, uma rede colaborativa do Nordeste sobre inovação e empreendedorismo de impacto social, formado por atores que se comprometeram a colaborar na implementação, fomento e manutenção de iniciativas em prol de ações para os negócios sociais. Compõem o C.acto instituições parceiras de maneira orgânica envolvidas no I Fórum de Finanças e Negócios Sociais do Nordeste, com apoio de instituições de relevância na região: César School, Universidade Católica de Pernambuco BID Lab, CESMAC, Bio Fair Trade, Malungo, Te orienta, mulher!, Porto Digital.

Hoje, Mayara enfrenta um novo desafio na carreira que é empreender o “Te Orienta”, um negócio de impacto social, que acredita nas boas ideias, no empreendedorismo e na inovação como pontes para um futuro arretado, trabalhando com educação empreendedora, curadoria/organização de eventos para organizações (pública, privada e não governamental) e captação de recursos para negócios alinhados a Agenda 2030. Para conhecer mais, acompanhe o instagram: @teorientax.