Desafios do home office: Aprender a estar 100% presente!

18 de agosto de 2020

Por Manu Oliveira
Foto: Mia Baker no Unsplash


O avanço da tecnologia e o impulso de estar 100% online causado pelo período de isolamento da pandemia do COVID-19, modificou as formas de trabalho, lazer, comunicação e etc. Estar todos os dias em casa trabalhando virou uma rotina dura e cansativa para muitas pessoas. É necessário aprender a dosar, equilibrar e a produzir nesse período de isolamento social com muitas distrações na rede e em casa ao mesmo tempo.

Ter produtividade no trabalho 100% digital é um desafio para muitos, sobretudo, quando todas as pessoas da família estão em casa junto com você e dispersar é inevitável. Junto a isso, uma infinidade de reuniões e eventos virtuais. Nunca se ouviu tanto as palavras live e webinar, chegando ao ponto de ser extremamente cansativo. As redes sociais ficaram também cansativas e monótonas com lives de todos os gostos e estilos. Não que isso seja ruim, mas virou uma arte e cena frequentes do período 100% online de isolamento. Nesse contexto, a ansiedade, a cobrança por padrões de produtividade online, as distrações, a procrastinação e uma série de fatores passaram a abalar muita gente.

A tecnologia e a velocidade dos novos tempos com sua cobrança rápida por resultados impõe em nossa mentalidade, que temos que ser múltiplos, multitarefas, fazendo várias coisas de uma vez só enquanto estamos atrás de telas de computadores e celulares. Nunca foi tão normal ter várias abas abertas em seu computador, estar em uma reunião online, respondendo formulários, conferindo se um vídeo fez upload, trabalhando em uma apresentação em uma aba e estudando em outra, tudo ao mesmo tempo.

Muitas vezes, estamos fazendo tudo isso no computador e conferindo o Instagram no celular ao lado. Uma equação para não ficar 100% focado e presente em nenhuma das atividades e ainda não ter produtividade em nenhuma delas. Estar presente é tentar executar uma atividade por vez, ouvir atenta uma reunião ou aula sem interrupções e começar um trabalho quando acabar a reunião/tarefa anterior ou tiver tempo extra. Não se punir por ter feito uma coisa de cada vez, respeitando seu tempo e seu próprio espaço. Não é por que o mundo faz e age assim que nós temos que fazer e ser do mesmo jeito, não é?

O efeito tecnológico digital faz essa mudança de mentalidade e tempo acontecerem, passando a modificar nosso próprio comportamento frente aos desafios diários do trabalho. Para quem empreende, o desafio de organizar o dia e a semana com metas claras e coerentes para o home office 100% digital é ainda maior. Por isso há quem ame e quem odeie o tal do home office a depender de como enxerga e executa sua produtividade e criatividade estando 100% presente em uma tarefa ou aba de cada vez. E você, o que prefere? Home office ou trabalho presencial na empresa? Que práticas ou métodos tem desenvolvido para estar 100% presente e produzir mais e melhor?

Publicado por:
Manu Oliveira

Especialista em gestão de projetos sócio-educacionais. Possui 20 anos de experiência em movimentos sociais atuando em organizações nacionais e internacionais. Gerente internacional em projetos de desenvolvimento e gestão social pela PMG Internacional. Autora do TED Talk “Em Rede Todos podemos ser empreendedores” realizado no TEDxBlumenau. É fundadora do Social Brasilis, negócio social que atua sobre a educação 4.0 e a tecnologia digital.