É preciso abrir espaço para a inovação

26 de maio de 2020

Por Haroldo Rodrigues Jr.


Tempos difíceis para muitos, o que se vive não estava no horizonte. Não há respostas concretas para questionamentos sobre o futuro, Isso só aumenta a aflição. Todo mundo está se sentindo ansioso. Empresas tradicionais com estratégias enrijecidas, não atentas aos movimentos da sociedade e da pesquisa cientifica, sofrem.

Historicamente, as crises aceleram processos de mudança. Após a pandemia, a pergunta que fica é: o futuro será melhor? Segundo Amy Webb, fundadora do The Future Today lnstitute, o momento atual não é de previsão, mas sim de preparação para o que vem a seguir. Ou seja menos certezas, mais experimentação.

Os desafios trazem soluções para problemas que ainda não se apresentam completamente. O cenário é de instabilidade, então mãos à obra para mapear as possibilidades de experimentação.

As tendências são pontos de referência para ajudar a antecipar estados futuros em um mundo onde a incerteza se aproxima. Assim, aproxima-se contextos diruptivos. Não há como prever disrupção, mas o caminho está preparado, até porque surgem mudanças radicais na sociedade. O segredo é inovar. Inovação não é acessório. É compreender os fundamentos do ecossistema, seu DNA, prover visão sistêmica, aproximar a ciência. Enfim, estudar, analisar, propor, planejar, criar e executar.

A inovação não pode parar e se faz é no presente. Sem inovação não haverá futuro, aliás, é a melhor maneira de mudar o mundo. Criatividade e capacidade de superação há de sobra. Encarar essa provocação de frente pode ser uma forma de acelerar mudanças importantes.

O momento é de investir pesadamente em negócios inovadores e geradores de impacto positivo nas pessoas e nos seus territórios. Isso está preparado!

A regra do jogo dos negócios está em transição. A nova economia se aproxima rapidamente para mudar o mundo, o foco está na sociedade e nos seus desejos, o bem-estar social é o fator essencial para as escolhas. O que está claro é que não há controle. As pessoas estão se reconectando com a sua essência, os negócios devem respeitar esse contexto. Percebam que é um ganha-ganha.

É preciso abrir espaço para a inovação. A oportunidade é de aprendizado prático.

Publicado por:
Haroldo Rodrigues Jr.

Sócio Fundador da Investidora de Impacto In3citi.
[email protected] | www.in3citi.com