Fundo CASA lança chamada de projetos que une justiça ambiental e a realidade de pessoas com deficiência

16 de março de 2020

Por Impacta Nordeste
Foto: Fundo CASA/Divulgação


O Fundo Socioambiental CASA acaba de abrir uma chamada para projetos que conectam justiça ambiental com a realidade de pessoas com deficiência. A chamada apoiara com até R$22 mil projetos com o objetivo de fortalecer comunidades de base onde atuem pessoas com algum tipo de deficiência na garantia de um meio ambiente saudável para todos.

O envio das propostas deverá ser feito até 15 de abril de 2020. A chamada tem foco nos direitos de pessoas com deficiência e justiça ambiental, cobrindo uma ou mais das seguintes áreas:

Defesa dos territórios; Governança e gestão comunitária dos recursos naturais, incluindo a proteção das florestas; Propostas relacionadas aos direitos das pessoas afetadas pelas indústrias extrativas; Esforços para enfrentar a mudança climática; Os direitos e o bem-estar dos defensores dos direitos ambientais.

Para participar as organizações devem atender os seguintes critérios:

  • Pequenas e Médias Organizações socioambientais de base comunitária, que atuem na defesa de direitos de pessoas com deficiência;
  • Organizações com presença de pessoas com deficiência na diretoria ou atuação ativa; 
  • O orçamento anual da organização pode ser de no máximo R$100.000,00; ressaltando-se que os repasses são realizados apenas para PJ sem fins lucrativos;
  • Grupos, coletivos, associações de pessoas que influenciem e monitorem a formulação de políticas públicas, a mobilização social e a conexão de trabalhos locais, nacionais e internacionais das pessoas com deficiência;
  • Que trabalhem coletivamente em redes, fóruns, consórcios e alianças;
  • Que incluam a participação de jovens para a formação de novas lideranças;
  • Que tenham forte enfoque em equilíbrio de gênero.

Os critérios analisados no processo de seleção são:

  • Consistência da proposta;
  • Capacidade institucional para execução das atividades;
  • Grau de participação da comunidade na concepção e desenvolvimento do projeto;
  • Organizações lideradas por pessoas com deficiência; 
  • Participação de jovens e equilíbrio de gênero;
  • Possibilidade de replicação da proposta em outras comunidades;
  • Coerência entre objetivos, atividades e orçamento;
  • Projetos que produzam avanços na missão da organização, das redes ou dos movimentos sociais e ambientais;

Para se inscrever clique aqui para baixar o formulário. Em seguida envie o formulário preenchido para: [email protected]

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!