InovaçãoNegócios de impactoSaberes

NEon: Maior evento de inovação do Nordeste terá painel com investidores e empreendedores de impacto da região

3 mins de leitura

O evento promovido pelo Sebrae contará com a Trilha de Impacto, realizada pela Su Causa Mi Causa, e vai debater o papel das startups de impacto com nomes como Monique Evelle, nova investidora do Shark Tank Brasil.

A consultoria maranhense Su Causa Mi Causa é uma das organizações que realizará painéis temáticos com especialistas nacionais e regionais durante o Nordeste On (NEon), maior evento de inovação da região. O NEon é uma iniciativa do Sebrae e este ano vai acontecer nos dias 1 e 2 junho, no Multicenter Negócios e Eventos, em São Luís.

Alinhado às diretrizes do Sistema Sebrae de interiorização da cultura de inovação, o NEon será um ambiente de conexões, negócios e conhecimentos, lançando luzes sobre o vigor do ecossistema regional, contribuindo para atrair investidores interessados em aportar investimentos nos negócios da região. A expectativa de público é de pelo menos 5 mil pessoas, entre visitantes, startups, investidores, agentes públicos, instituições de fomento, comunidades de inovação e grandes nomes dos ecossistemas nacional e regional. As inscrições estão abertas e os ingressos estão a venda no site oficial do evento: www.nordesteon.com.

A escolha da capital maranhense para sediar a primeira edição do evento é estratégica. “O Nordeste On vem para posicionar a região no mapa nacional de startups e da inovação. O evento chega, realmente, para mostrar a inovação gerada no Nordeste e o impacto que isso pode trazer para o nosso desenvolvimento”, explica Mauro Borralho, diretor técnico do Sebrae no Maranhão.

Os painéis temáticos “Trilha de Impacto” realizados pela consultoria maranhense Su Causa Mi Causa dentro da programação do NEon têm o objetivo de atrair olhares para os negócios locais. Serão dois painéis com participação de empreendedores de impacto do Nordeste. De acordo com a diretora da Su Causa Mi Causa, Monique Moraes, é hora de valorizar as iniciativas regionais. “Em 2022, o mapeamento sobre negócios de impacto do Nordeste, publicado pela Pipe Social e IN3, apontou que temos 222 negócios de impacto na região, o que representa um total de 15,9% do total nacional. Nestes últimos cinco anos, percebemos um crescimento de iniciativas de apoio aos negócios, resultado da criação de fundos, aceleradoras e organizações dinamizadoras que nasceram no território nordestino”, comentou.

Além da realização da Su Causa Mi Causa, os painéis “Trilha de Impacto” contam ainda com o apoio do Impacta Nordeste e Instituto Sabin. São eles:

Painel 1: “Ainda temos tempo? Startups de impacto e desafios socioambientais”
Dia 01/06 às 18h, no Salão Zeca Belo
Mediador: Jair Mendes (PonteAPonte)
Painelistas: Ítalo Carvalho (iBlack) e Saville Alves (Solos)

Painel 2: “O que os investidores pensam? Investimentos, startups de impacto e retorno.”
Dia 02/06 às 11h, no Auditório Darcy Ribeiro
Mediadora: Monique Moraes (Su Causa Mi Causa)
Painelistas: Monique Evelle (Inventivos Angels) e Andreia Cardoso (Somos Um)

Ecossistema de Impacto Social no Brasil

A estimativa é de que existam mais de U$ 502 bilhões investidos no setor de impacto ao redor do mundo, gerenciados por 1340 organizações, de acordo com um estudo publicado pela GIIN, em 2019. Porém, apenas 4% desse total estão na América Latina. Segundo a Aspen Network of Development Entrepreneurs (ANDE), em estudo publicado esse ano de 2023, o volume de investimento de impacto no Brasil é de R$ 18,7 bilhões.

O crescimento do investimento de impacto no território brasileiro foi impulsionado, nos últimos anos, por: desenvolvimento de teses mais alinhadas aos interesses do mercado; mais investimentos de governos locais em programas de incubação de negócios de impacto; atuação de entidades como Sebrae e BNDES em programas de aceleração em nível nacional; e um setor privado que busca colocar sua estratégia ESG em prática desenvolvendo relações comerciais com os negócios de impacto.

Embora o cenário atual seja de crescimento, é preciso ter em mente que esse ecossistema ainda está se estruturando e passa por desafios. A concentração de investimento de impacto no país ainda está no eixo sul-sudeste, por motivos ligados até a própria dinâmica econômica e por questões de visibilidade. Por isso, trazer para o NEon a pauta dos negócios de impacto do Nordeste é uma forma de gerar interesse em investidores e incentivar novos empreendedores regionais. Para conferir a programação completa acesse nordesteon.com.

Assine nossa neswletter