Opinião

A paixão do investidor paciente

2 mins de leitura

Os investimentos de impacto em estágio inicial são ferramentas poderosas na expansão de negócios projetados para ganhar dinheiro e gerar impacto social mensurável.

Embora arriscados os investimentos em startups, eles podem gerar retornos financeiros extraordinários e, ao mesmo tempo, permitir negócios inovadores abordem problemas sociais e ambientais críticos.

O investimento em estágio inicial ajuda a preservar o senso de propósito coletivo de um patrimônio familiar, por exemplo, bem como cultivar o espírito empreendedor em várias das suas gerações, o tão chamado legado. Tudo devido a tangibilidade, o entusiasmo e a clareza do propósito a que se destina tal tipo de investimento.

Capital em estágio inicial, ou capital de risco, ou capital paciente, ou capital semente, ou anjo, faz parte da classe de ativos chamados “investimentos alternativos”. Os investidores fornecem capital próprio para empresas jovens com potencial de crescimento esperado a longo prazo. O retorno financeiro ao investidor pode ser obtido ou por meio da venda de todo o negócio, ou pela venda da participação acionária para outros investidores.

Aqui no Ceará, a investidora In3 – Intres – explora diferentes estratégias de investimentos de impacto em estágio inicial para alcançar impacto social e ambiental positivos e ganhos financeiros.

Dados da Intres indicam que investir em negócios de impacto em suas etapas iniciais pode oferecer ao investidor: 1. Elevado retorno financeiro; 2. Impacto escalável; 3. Conexão estreita com as investidas; 4. Oportunidade de apoiar e se beneficiar do crescimento de novos setores e mercados.

A “cereja do bolo”, de acordo com a Intres, é a atuação dos investidores fornecendo suporte crítico aos empreendedores à medida que projetam, produzem e distribuem novas tecnologias ou desenvolvem modelos de negócios inovadores.

Cientes dos riscos inerentes ao capital de risco, os investidores pacientes descobrem que o investimento para impacto nos estágios iniciais oferece um extraordinário “retorno do investimento” à medida que emprega capital para resolver problemas pelos quais têm paixão.

*Artigo originalmente publicado no Jornal O Povo, reproduzido com autorização do autor.

Haroldo Rodrigues Jr. É sócio fundador da investidora in3 New B Capital S.A. Criador do Instituto Internacional de Inovação de Fortaleza – I3FOR e o Centro de Pesquisa em Mobilidade Elétrica – CPqMEL. Ex-Diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Universidade de Fortaleza – UNIFOR. Ex- Presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Ceará – FUNCAP. Ex-Presidente da Agência Reguladora do Estado do Ceará – ARCE.

Assine nossa neswletter