Inovação

A tecnologia como ferramenta de impacto social

6 mins de leitura

A revolução tecnológica em curso tem transformado nosso mundo em um ritmo nunca antes visto. Desde o surgimento da internet o uso da tecnologia tem evoluído rapidamente. A conexão entre pessoas e entre dispositivos tem transformado profundamente a forma como a sociedade interage. Para se ter uma ideia, o volume do informações geradas nos últimos anos já é maior que toda a informação produzida em toda a história da humanidade.

Tecnologias como Big Data, Internet da Coisas e Inteligência Artificial, estão se tornando cada vez mais parte de nosso dia a dia. Do pedido de comida e do acesso ao banco até a educação a distância e o transporte. A tendência é ela estar cada vez mais presente e imperceptível em nossa rotina diária.

A internet se popularizou a ponto de ficar acessível para boa parte da população. De acordo com a última pesquisa do IBGE, 74% da população brasileira acessa a internet. Se consideradas as pessoas que utilizam aplicativos que necessitam da conexão à internet (como Uber ou serviços de delivery de refeições), o percentual sobe para 79%.

Essa rápida evolução abre diversas possibilidades e é acompanhada de muitos desafios. Novas tecnologias podem ser utilizadas para ampliar o acesso à informação, gerar novas oportunidades e resolver problemas de diversos tipos. Mas também podem ser terreno fértil para todo tipo de ação mal-intencionada como fraudes e disseminação de desinformação, as famosas Fake News, um problema atual e muito presente em nossas vidas.

Muitos empreendedores buscam nas novas tecnologias formas de impactar positivamente a sociedade, desenvolvendo ferramentas que podem ajudar a resolver problemas sociais. Um dos fatores mais atrativos para a aplicação de novas tecnologias em iniciativas de impacto social é a escalabilidade, ou seja, a capacidade de expandir sua utilização sem aumentar drasticamente custos com recursos técnicos ou capital humano.

Confira 6 startups que utilizam a tecnologia para ajudar a resolver problemas sociais.

APP Nina!

Desenvolvido pela empreendedora, Simony César, desenvolveu a tecnologia NINA para empoderar vítimas e testemunhas na denúncia de os casos de assédio na mobilidade urbana.

A NINA é mais do que uma tecnologia, é um serviço com potencial para unificar vários modais (ônibus, metrô, transporte por aplicativos, bicicletas) e fomentar políticas públicas através de dados.

Utilizado pela prefeitura de Fortaleza (CE), o aplicativo já engajou mais de 1 milhão de usuários na área de cobertura, que resultaram em mais de 1.300 denúncias em 06 meses e 10% dos casos foram convertidos em inquérito policial.

Hand Talk

A Hand Talk tem como objetivo conectar pessoas e empresas através da acessibilidade digital. A plataforma traduz simultaneamente conteúdos em português (texto e áudio) para a língua brasileira de sinais, utilizada pela comunidade surda. A solução oferece ferramentas complementares ao trabalho do intérprete para auxiliar a comunicação entre surdos e ouvintes. O simpático intérprete virtual, o Hugo, torna a comunicação interativa e de fácil compreensão em diversas plataformas.

Segundo o CEO da empresa, Ronaldo Tenório: “Através da tecnologia nós conseguimos ultrapassar fronteiras e chegar em quase todos os lugares. E é através dela que estamos aproximando pessoas, levando mais acessibilidade para milhões delas e contribuindo para um mundo mais justo e inclusivo”.

A plataforma foi eleita pela ONU como o melhor App Social da América Latina e também ganhou o prêmio no Desafio Google de Impacto em IA, durante o Google I/O 2019.

Movva

A MOVVA busca maximizar o impacto com Inteligência Artificial. Por meio de algoritmos, o sistema desenvolvido pela MOVVA é construído para mandar a mensagem certa para a pessoa certa, e, assim, incentivar mudanças de comportamento e estimular novos hábitos.

Utilizando a tecnologia conhecida como nudgebot, o algoritmo desenvolvido está sempre aprendendo. Ele busca o conteúdo que vai gerar mais resultado junto ao receptor da mensagem e, à medida que mais usuários utilizam o serviço, o modelo se auto aprimora.

De fácil e rápida implementação, os nudgebots podem ser utilizado para engajamento educacional, prevenção de inadimplência e formação de hábitos financeiros saudáveis, e em áreas como sustentabilidade, cultura organizacional, saúde, entre outras.

Ribon

O aplicativo Ribon incentiva a cultura de doação, possibilitando que pessoas doem para ONGs do mundo todo sem gastar dinheiro. Mas como isso é possível, você deve estar se perguntando?

Por meio do aplicativo, os usuários tem acesso a uma curadoria de conteúdos com histórias positivas e inspiradoras. Ao ler um conteúdo, o usuário ganha 100 ribons, a moeda virtual criada pela empresa. Essa moeda virtual pode ser doada a uma ONG cadastrada. Os patrocinadores convertem os ribons em dinheiro de verdade, destinado à instituição escolhida.

Os usuários doam seus ribons para as quatro causas disponíveis na plataforma: água potável, medicamentos, nutrição infantil e saúde básica.

Em 2019, a startup faturou 400 mil reais e realizou sua segunda grande rodada de investimento, captando 1,15 milhão de reais, principalmente do fundo Redpoint Ventures, para investir em sua expansão.

Polen

Polen tem a missão de revolucionar o processo de consumo, transformando cada compra em uma oportunidade de impacto social positivo. A plataforma oferece uma solução completa para facilitar o apoio de empresas a causas sociais por meio de compras no comércio eletrônico.

Negócios que aderem ao serviço se tornam polinizadores, engajando e fidelizando mais seus clientes, gerando mais valor para marca e consequentemente aumentando vendas ao entregar experiências de compra mais positivas. Do outro lado, as instituições filantrópicas recebem mais recursos para realizarem seus trabalhos e projetos, alcançando lugares e pessoas que precisam. O Polen reúne mais de 300 ONGs.

O Polen cuida de todo o processo, para que cada compra tenha uma doação, para que cada doação chegue a quem precisa e para que cada empresa polinizadora seja reconhecida e recompensada por abraçar uma causa que precisa de ajuda. A empresa realiza a curadoria e a homologação de qualquer instituição que entre em contato, evitando cadastros falsos ou pessoas com má fé.

Cada marca polinizadora possui a sua página de transparência, que mensalmente é atualizada após a confirmação de transferência para a instituição. Essa página fica visível para o público geral e pode ser vinculada ao site da empresa. Além disso, as instituições disponibilizam um recibo produzido por elas em nome do polinizador, contendo o valor doado.

Em 2019, o Polen mediou R$ 280 mil em 585 mil doações por meio de 250 e-commerces. A startup opera no modelo de software como um serviço (SaaS), cobrando uma assinatura conforme o número de pedidos que as lojas virtuais recebem.

Portabilis

A Portabilis potencializa o impacto das políticas públicas através do uso de tecnologia e dados. A startup de tecnologia ajuda os governos municipais a superarem a falta de informação através de soluções inteligentes, para aumentar o impacto das políticas públicas nas áreas da educação e assistência social.

Na educação, a empresa guia os gestores públicos através de dados reais, superando a falta de informação, facilitando a tomada de decisão e viabilizando que as metas pedagógicas sejam cada vez mais alcançáveis e possíveis.

Já na assistência social, a Portabilis auxilia os gestores do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) no acompanhamento da evolução e emancipação das famílias atendidas nos serviços socioassistenciais, gerando dados para otimizar os fluxos e projetos da secretaria.

Segundo a empresa, quase 2% dos alunos da rede pública estão sob a responsabilidade de secretaria que utilizam a plataforma. Há quase 10 anos no mercado, a empresa está presente em mais de 107 municípios, com mais de 385 mil alunos, ensinados por mais de 11 mil professores.

Seja atuando diretamente com o problema ou desenvolvendo ferramentas que potencializam o trabalho daqueles que atuam para resolvê-lo, a tecnologia (se bem utilizada) é definitivamente uma grande aliada para transformação social.

Você é gestor de uma organização sem fins lucrativos, empresa ou negócio social e quer usar a tecnologia para impulsionar o seu impacto social? Confira essa oportunidade!

O programa Tecnologia de Impacto está selecionando organizações que transformam o Brasil e que estejam enfrentando dificuldades ocasionadas pela pandemia. Os beneficiados vão receber gratuitamente a implementação customizada de um projeto de adoção e avanço do uso da tecnologia na organização.​

Uma banca avaliadora selecionará 3 organizações no processo seletivo. A implementação do projeto é 100% gratuita (Sim, não paga nada, é isso mesmo). Cada organização beneficiada poderá implementar um dos seguintes projetos:

  • Implementação de sistemas de gestão de doações e doadores;
  • Implementação de sistema de monitoramento de impacto;
  • Construção ou melhoria de website institucional.

As inscrições vão até o dia 28 de fevereiro de 2021. Para fazer a sua inscrição, acesse o site oficial do programa.

Assine nossa neswletter