Fundação Telefônica Vivo promove formação continuada de educadores sobre projeto de vida na Bahia

19 de junho de 2020

Por Impacta Nordeste
Com informações da Fundação Telefônica Vivo


Em 2017 foi sancionado o Novo Ensino Médio. Resultado de muitas pesquisas e consultas, o plano buscar criar um sistema educacional mais alinhado às necessidades do século XXI. Sua adoção será gradual a partir deste ano.

As mudanças buscam gerar mais engajamento do estudante com os estudos, além de maior autonomia e protagonismo. Para isso, três alterações estão previstas: aumento da carga horária mínima dos estudantes, a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para o Ensino Médio e o aprofundamento de conhecimentos por meio de itinerários formativos.

Colocar essas mudanças em prática não é um processo simples. Para ajudar os docentes e escolas, a Fundação Telefônica Vivo se uniu à Secretaria da Educação do Estado da Bahia para iniciar o processo de implementação do Novo Ensino Médio. A transição curricular da rede estadual está prevista para ser concluída até 2023 e terá início com o oferecimento de formação continuada para os professores. As aulas iniciais focam no tema Projeto de Vida e serão disponibilizadas pela plataforma Escolas Conectadas, com base na metodologia do programa Pense Grande.

formação continuada de educadores é uma das principais estratégias do ProFuturo, programa global da Fundação Telefônica, criado em parceria com a Fundação “la Caixa”. Parte dessa iniciativa, o Escolas Conectadas oferece formação online e gratuita para educadores em diversos assuntos.

Nascido de um piloto conduzido pela Fundação com algumas escolas, o processo formativo se amplia agora para cerca de 50% das instituições de Ensino Médio do território baiano e a intenção é que cresça ainda mais.

Serão beneficiados 651 educadores de nove polos educacionais da Bahia, além de 30 técnicos formadores da secretaria estadual. Serão 41 horas de conteúdo formativo e a primeira fase, que corresponde a 25 horas do total, teve início na última semana de maio.

“A parceria com a Fundação tem uma importância especial, porque é o primeiro módulo de atualização para professores com foco na matriz do Novo Ensino Médio na rede estadual. Que essa seja apenas a primeira de muitas turmas que a Fundação possa apoiar”, afirma Manuelita Falcão, superintendente de Políticas para a Educação Básica da Secretaria da Educação do Estado da Bahia.

Feita por meios digitais também por conta do contexto de combate ao coronavírus, a etapa inicial do processo formativo dos educadores prevê muita troca de experiências e conhecimentos, inclusive com apoio de redes sociais como o WhatsApp.

O objetivo é que os educadores tenham mais segurança ao desenvolverem práticas pedagógicas relacionadas ao tema Projeto de Vida, um dos principais norteadores do currículo do Novo Ensino Médio, que deverá ser obrigatoriamente adotado a partir de 2021.

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!