Fundo Periferia Empreendedora oferece microcrédito com condições especiais a empreendedores periféricos

24 de julho de 2020

Por Impacta Nordeste
Com informações de Desabafo Social


A pandemia de Covid-19 impactou diversos setores da economia, especialmente os pequenos empreendedores. Nas favelas e periferias essa realidade é ainda mais dramática. Em São Paulo, por exemplo, todos os 20 bairros onde mais pessoas morreram por covid-19 estão na periferia. No Ceará, esse cenário se repete, dez bairros com mais mortes por Covid-19 estão na periferia de Fortaleza.

Pensando nisso a Empreende.aí, a Firgun, a Desabafo Social e a Impact Hub, uniram esforços para ajudar a conter os efeitos da crise sobre os empreendedores das regiões periféricas do país e criaram o Fundo Periferia Empreendedora.

Com o objetivo de ser um fundo emergencial de microcrédito, a iniciativa já investiu mais de 200 mil reais em empreendedores periféricos de todo o Brasil. Seu funcionamento é diferente de muitas empresas públicas e privadas que dificultam o acesso a crédito à microempreendedores dessas regiões.

O fundo oferece créditos de R$500 a R$3 mil para ajudar os empreendedores periféricos a enfrentarem este período de recuo na economia. Os empreendedores tem 120 dias de carência, parcelamento em até 20 vezes. Será cobrado 1% de juros ao mês nas parcelas, porém os empreendedores que pagarem todas as parcelas em dia, não precisarão pagar as últimas. Nesses casos o empréstimo fica sem juros.

O fundo ainda conta com o apoio das Casas Bahia, PayPal, Garin Investimentos e Próspera Family Office. Os empreendedores interessados no Fundo devem fazer o cadastro aqui.

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!