ICE lança publicação com boas práticas de incubação e aceleração de impacto

11 de junho de 2020

Por Impacta Nordeste


As incubadoras, públicas e privadas, cumprem uma importante função estratégica no desenvolvimento de novas empresas e no processo de inovação. Empreendedores buscam orientação e apoio nessas organizações para desenvolverem ou aprimorarem seu modelo de negócio e conseguirem crescer e competir no mercado.

Muitos empreendedores optam pela incubação em busca de incentivos e baixos custos operacionais. No entanto, o processo de incubação não deve ser percebido apenas por oferecer custos acessíveis, mas principalmente por todo o suporte técnico e possibilidade de conexões que o ambiente proporciona.

As incubadoras, muitas vinculadas à instituições de ensino e pesquisa, desempenham um papel chave na difusão do empreendedorismo no meio acadêmico e na promoção do empreendedorismo na comunidade. Unindo o conhecimento acadêmico à prática empresarial, o movimento de incubação se tornou primordial no fomento de inovação empreendedora.

Quando tratamos de uma vertente relativamente nova de empresas como os negócios de impacto social, o processo de incubação é ainda mais importante e complexo, pois envolve conhecimentos que vão além dos desafios de uma empresa convencional. Para ajudar as incubadoras a apoiarem essas empresas, o Instituto de Cidadania Empresarial (ICE) lançou uma publicação com cases que podem servir de inspiração a diferentes atores e instituições.

No documento há exemplos de boas práticas de instituições das regiões Norte, Nordeste, Sul e Sudeste do país. Conheça algumas delas:

Sensibilização para a temática de Negócios de Impacto:

  • Incubadora do Parque Tecnológico de Viçosa – tecnoPARQ/UFV
  • Incubadora de Empresas de Base Tecnológica (UFPA/ PIEBT).

Seleção e apoio a Negócios de Impacto:

  • CAUSE/Inovaparq
  • Porto Digital

Ativação do ecossistema em torno do tema Negócios de Impacto:

  • Tecnopuc
  • Inemontes

Para baixar a publicação, acesse o site do ICE clicando aqui.

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!