Jornada de negócios de impacto ajuda empreendedores com propósito em meio a pandemia

15 de setembro de 2020

Por Impacta Nordeste


Nos últimos anos, os negócios de impacto socioambiental tem se transformado em uma alternativa real para quem quer empreender e impactar positivamente a sociedade. Essa vertente do empreendedorismo que busca aliar lucro e a mitigação ou solução de problemas sociais está crescendo constantemente, como podemos observar no Mapa de Negócios de Impacto Social+Ambiental da Pipe.Social.

Com a pandemia de COVID-19, diversos setores da economia estão enfrentando profundas dificuldades. Com os negócios de impacto social isso não é diferente. Embora haja iniciativas para apoiar esses negócios durante esse período turbulento, como o Covida-20, nem todas empresas podem ser contempladas com esse alívio, especialmente os pequenos negócios de impacto.

Somado a isso, com a crescente taxa de desemprego no país, o empreendedorismo se apresenta como a única solução possível para a geração de renda de muitas famílias brasileiras. Empreender nessas circunstâncias não é fácil. Criar um negócio de impacto é ainda mais desafiador.

Apesar do cenário atual, aliar lucratividade e propósito continua sendo o desejo de muitos empreendedores Brasil a fora. Para alguns, a pandemia serviu como um estímulo a mais na busca de um modelo de negócio que leve em consideração outros fatores além do lucro.

Para ajudar esses empreendedores a empreender em meio a uma nova realidade econômica, o Sebrae e a VERDA lançaram a Jornada “Negócios de Impacto Positivo Contra o COVID-19”.

O que é a Jornada de “Negócios de Impacto Positivo Contra o COVID-19”?

A jornada é a junção de uma plataforma de cursos online com um programa de incubação, mas aberta a qualquer empreendedor que queira participar e causar impacto social enquanto gera a receita capaz de sustentar a ele próprio e/ou sua família.

Ela é formada por um conjunto de oito experiências de aprendizagem com foco no pequeno empreendedor para ajuda-lo a modelar negócios de impacto, planejar a sustentabilidade financeira, mostrar estratégias de comunicação e formação de rede e até a mensurar o impacto social causado dentro da causa socioambiental escolhida pelo negócio para responder aos impactos negativos causados pela COVID-19.

A iniciativa, idealizada pela VERDA, foi pensada como uma forma de potencialização do empreendedorismo social, fazendo com que pequenas empresas percebam que causar impacto positivo através das suas atividades geradoras de receita é possível. O projeto é realizado em parceria com o Sebrae Pernambuco e Sebrae Nacional, que dão apoio para que as experiências de aprendizagem cheguem a um número maior de empreendedores de todo o Brasil.

Todas as experiências são síncronos para dar a oportunidade dos empreendedores interagirem com os facilitadores e mentores (foto: Arquivo pessoal/Verda).

Segundo Pedro Verda, CEO da Verda, o processo de criação da jornada precisou de um olhar macro sobre o cenário pandêmico e sobre o ecossistema do empreendedorismo social para preparar as experiências de aprendizagem. “Todas as experiências são síncronos (realizados ao vivo) para dar a oportunidade dos empreendedores interagirem com os facilitadores e mentores. As mentorias foram essenciais para que os empreendedores pudessem tirar dúvidas específicas sobre os seus negócios, com suas particularidades”.

“É momento de potencializar o empreendedorismo social no país, aproximando a geração de receita do impacto social positivo. Esta Jornada é a resposta da Verda e do Sebrae para a crise econômica do Covid-19. Precisamos nos unir para buscar as soluções que mitigarão os efeitos da pandemia”, conclui Pedro.

Se você quer empreender com propósito e ficou interessado na jornada, clique aqui para conferir as próximas turmas ou acompanhe o perfil da Verda no instragram.

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!