O Nordeste como potência da Economia Criativa no Brasil

11 de agosto de 2020

Por Impacta Nordeste


Se o Brasil é um país conhecido mundialmente pela sua diversidade cultural, a região Nordeste é reconhecida entre os brasileiros pelo seu povo resiliente, trabalhador e, acima de tudo, orgulhoso dos seus valores e tradições culturais.

A região é um terreno fértil para expressões artísticas de diversas formas, seja na escrita, no modo de vestir e de falar, mesmo em meio às dificuldades comuns e conhecidas da região, o esforço e vontade de mudar a realidade que vivem, aliado a criatividade, compõem o combustível que movem o povo nordestino e a Indústria Criativa na região.

A estrutura da economia criativa compreende qualquer serviço ou produto que gere valor econômico por meio de ideias criativas e inovadoras. Trazendo para a perspectiva do Nordeste, a economia criativa torna-se forte aliada para o desenvolvimento descentralizado da região, além de atuar como ferramenta de empoderamento para grupos que sofrem com a falta de representatividade tanto no Nordeste como em outras regiões do país.

Empresários e entusiastas da economia criativa já apontam o Nordeste como o ponto de partida para a expansão da Indústria Criativa no Brasil. A explicação para isso está justamente na motivação natural do nordestino de transmitir sua história e valores por meio do trabalho.

Com a economia criativa, empreender tem outro significado: a união de valores em busca de um propósito em comum para gerar empregos, movimentando toda uma cadeia produtiva formada pelos próprios agentes locais. Essa estrutura permite o surgimento de marcas, produtos, serviços e modelos de negócios com identidade própria, abrindo espaço para novas possibilidades no mercado.

O Resenhas de Impacto, série de webinars promovido pelo Impacta Nordeste, abordou o tema economia criativa e como o setor pode gerar impacto social. Clique na imagem para assistir.

Na Indústria Criativa, os microempreendedores, empreendedores individuais e empresas de pequeno porte tem maior liberdade para criar seus produtos e desenvolver suas ideias que respeite os valores da comunidade, estreitando as relações entre produtor-consumidor, subvertendo o que entendemos como processo criativo.

A procura por produtos e serviços que traduzem os valores culturais da região, principalmente feito por empreendedores de pequeno porte, trazem um novo significado aquele produto e a forma como consumimos.

E para que a economia criativa continue evoluindo no país, especialistas reforçam a criação de um sistema eficaz que una o conhecimento específico sobre gestão ao método, habilidades e a criatividade do empreendedor para ajudá-lo a manter e expandir seus negócios, oferecendo condições específicas para que o empreendedor criativo consiga desenvolver suas ideias de negócio, principalmente aqueles em fase inicial.

Ao dar preferência aos produtos vindos da economia criativa, o retorno obtido, tanto financeiro como social, motiva o empreendedor e sua equipe de produção a continuar na missão de preservar a cultura e valores através de ideias criativas. Afinal, o talento humano é o que move a economia criativa.

O Sebrae quer impulsionar os criativos do Nordeste e mostrar o que a região tem de bom! Você é empreendedor do setor criativo na região? Participe do Mapeamento Sebrae de Economia Criativa do Nordeste e concorra a premiação em dinheiro, capacitação e conexão na rede de economia criativa do Sebrae.

A iniciativa, realizada pelo Sebrae em parceria com o Impacta Nordeste e busca e seleção Pipe.Social, vai mapear e fomentar negócios de capital intelectual e cultural na Região Nordeste. Acesse www.impactanordeste.com.br/economiacriativa e participe!

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!