“Decidi contar ao mundo o que está sendo feito na região”. Confira a entrevista do criador do Impacta Nordeste à AUPA

5 de fevereiro de 2020

Por Impacta Nordeste


A Aupa é um importante veículo jornalístico voltado à cobertura crítica do ecossistema de impacto social. Seu objetivo é trazer à tona conteúdos relacionados às ações, soluções e transformações socioambientais no Brasil e no mundo. Suas reportagens abrem espaço a diferentes representantes do setor, contextualizando dados que revelam mudanças na base da pirâmide social e também no universo dos negócios.

Nessa semana, a Aupa conversou com Marcello Santo, criador do Impacta Nordeste, sobre o trabalho que tem sido feito para dar voz aos empreendedores sociais da região, os desafios e oportunidades do ecossistema de negócios de impacto no Nordeste, o papel da comunicação para disseminar os conceitos de empreendedorismo social e muito mais.

Confira alguns trechos da entrevista:

AUPA – A comunicação costuma ser uma dificuldade comum em muitas empresas e negócios de impacto social não fogem deste problema. Neste contexto, como você pensa o setor 2.5 e o trabalho da Impacta Nordeste?

MARCELLO SANTO – Quando pensamos em comunicação para o setor 2.5, é importante lembrarmos que este ainda é um conceito distante para a grande maioria da população, em todos os níveis socioeconômicos. O próprio Terceiro Setor ainda não é amplamente assimilado pela população, em geral. No entanto, há uma grande parcela sensível a temas sociais e interessada em construir e pensar caminhos alternativos, mesmo que de maneira difusa. Esse cenário é valido para todo o país, mas é ainda mais desafiador quando saímos do eixo Rio-São Paulo. Nesse sentido, o Impacta Nordeste busca dialogar com diferentes públicos. Primeiro, buscamos disseminar o conceito de iniciativas sociais e suas diferente vertentes: negócios de impacto (setor 2.5), projetos sociais (Terceiro Setor), responsabilidade social (Segundo Setor), além de Economia Criativa e Circular – para o público geral, visando aumentar o conhecimento sobre esses “mercados” e suas possibilidades. Para o público que já faz parte desse ecossistema, buscamos disseminar conteúdos mais aprofundados por meio de cases, conhecimento, oportunidades e estimular o debate, dando voz aos empreendedores da região. Por último, buscamos dar visibilidade as diversas iniciativas que já existem e estão surgindo no Nordeste e conectar o ecossistema regional ao nacional.

Clique aqui para conferir a entrevista completa.

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!