Desafio Trilhando a Transformação vai premiar iniciativas de turismo sustentável

6 de julho de 2020

Por Impacta Nordeste


O turismo foi uma das atividades econômicas mais afetadas pela pandemia do coronavírus. Só no Brasil, estima-se que até o final de 2020 o setor sofra perda de R$ 62 bilhões. Algumas estratégias e ações efetivas para contornar a situação já vem sendo criadas, sobretudo de caráter sustentável, visando o futuro pós-pandemia. 

Para impulsionar a criação dessas iniciativas, a Ashoka Brasil e CTG Brasil uniram-se para criar o desafio Trilhando a Transformação, que vai premiar com R$ 100 mil três inovações sociais que apresentem propostas transformadoras de desenvolvimento e gestão do turismo.

O desafio busca apoiar e reconhecer empreendimentos de todo o território nacional que promovam o desenvolvimento local e transformação social, onde as comunidades sejam as protagonistas e que se estruturam a partir da colaboração de diversos atores. 

De acordo com Rafael Murta Reis, líder da estratégia de empreendedorismo social da Ashoka Brasil, o concurso vai apoiar soluções inovadoras em todo o território nacional, pautadas em construir novos modelos de turismo estruturados nos quatro pilares da sustentabilidade: social, cultural, ambiental e econômico. “A atividade turística possui grande relevância para os territórios, principalmente quando assume papel transformador, promovendo a inovação, a economia local, a inclusão, a educação, a valorização de culturas e a preservação do meio ambiente, entre muitos outros benefícios.”.

Já Salete Hora, diretora de marca, comunicação e sustentabilidade da CTG Brasil, o desafio Trilhando a Transformação tem a proposta de valorizar e apoiar inovações no Turismo Sustentável para impulsionar o setor. “É cada vez mais evidente a necessidade de que cidadãos, comunidades, empresas, sociedade civil e governos atuem de forma conjunta para alcançar objetivos de transformação dos modelos existentes, recuperação do setor e desenvolvimento das comunidades de forma mais sustentável. Queremos oferecer apoio para consolidar e acelerar esses processos.”, comenta ela.

As propostas que reforçam questões de diversidade, inclusivas, afirmativas, de gênero e raciais serão especialmente valorizadas. As três iniciativas vencedoras participarão de um processo de aceleração em 2021 e serão contempladas com atividades de mentoria e assessoria em gestão financeira para a aplicação dos recursos recebidos. Também serão produzidos conteúdos audiovisuais destinados a apresentar e divulgar as propostas dos dez finalistas de forma a ativar uma rede de empreendedores sociais e comunidades capazes de dialogar e construir soluções conjuntas para o futuro do setor.

Os vencedores do desafio Trilhando a Transformação serão anunciados em novembro e na ocasião, será lançado o Mapeamento de Tendências de Inovação Social para o Turismo Sustentável. De acordo com a organização do evento, a publicação pretende conhecer mais profundamente o setor e sistematizar o conhecimento a partir de entrevistas com especialistas e empreendedores sociais do campo do turismo.

As inscrições estão abertas até o final de agosto. Para fazer sua inscrição, acesse o site oficial do desafio clicando aqui.

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!