Estudante do RN desenvolve guia de ferramentas digitais para ensino de alunos surdos

25 de junho de 2020

Por Impacta Nordeste


O conhecimento científico como ferramenta de inclusão social foi o tema escolhido pelo estudante potiguar Everton Brito para desenvolver sua dissertação de conclusão de curso do programa de Pós-Graduação de Inovação e Tecnologias Educacionais (PPgITE) do Instituto Metrópole Digital (IMD).

O Guia De Ferramentas Digitais no Contexto da Educação de Surdos, projeto apresentado por Everton, foi resultado de quase três anos de pesquisa sobre a utilização de ferramentas digitais aplicadas à educação de alunos no contexto inclusivo e bilíngue, e tem como público-alvo professores, estudantes e pesquisadores de educação inclusiva para surdos.

Sob a orientação da professora Dra. Flávia Roldan Viana (CE-UFRN), o estudo traz a análise de como as ferramentas digitais (Kahoot, Canvas, Mentimeeter e Google Forms) podem contribuir para o processo de aprendizagem destes alunos em qualquer nível de formação. O Guia contou ainda com a consultoria de docentes da educação básica que atuam com atendimento especializado, estudantes do Programa de Residência Pedagógica e alunos graduandos dos cursos de Letras – Língua Portuguesa e Libras da UFRN.

Segundo informações do IMD, as atividades propostas pelo Guia podem ser feitas tanto em sala de aula, de modo inclusivo, como em sala de recursos multifuncionais, específicas para o atendimento educacional especializado. Dependendo do tipo de exercício escolhido, os professores podem utilizar o Guia em projetos interdisciplinares das áreas de Língua Portuguesa, Informática, História, Geografia e Artes. A recomendação é que as atividades sejam aplicadas por, no mínimo, três a quatro aulas de 50 minutos cada.

O Guia de Ferramentas Digitais está disponível para download. Clique aqui e baixe o arquivo gratuitamente.

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!