Pesquisadores da CESAR School criam aplicativo que identifica ato de violência contra a mulher em tempo real

14 de janeiro de 2020

Por Impacta Nordeste
Com informações de CESAR School
Foto: CESAR School


O Brasil ocupa hoje a triste 5° posição no ranking mundial de feminicídio, apesar das campanhas frequentes sobre o combate à violência contra a mulher no país. De acordo com pesquisa realizada pelo DataFolha e a ONG Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), em 2018, 1,6 milhão de mulheres foram espancadas ou estranguladas no Brasil; 52% das mulheres agredidas não denunciou o agressor.

Um grupo de 28 pesquisadores da CESAR School, sob a coordenação de Ana Paula Furtado, professora de pós-graduação da CESAR School e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), a partir de uma ideia do mestrando Lincoln Ademir, desenvolveram uma tecnologia específica, que funciona através de um aplicativo, para ajudar a identificar casos de agressão contra mulheres em tempo real enquanto aciona uma rede de proteção mesmo se a vítima não fazer a denúncia formal. 

O aplicativo funciona por meio da captação de som, onde consegue detectar determinadas palavras que indiquem algum ato de violência. Em seguida, é acionada uma rede de mulheres cadastradas na plataforma que estão próximas do local da ocorrência, e assim, prestar ajuda à vítima. De acordo com a CESAR School, o aplicativo deve ser oficialmente lançado em fevereiro de 2020.

“A tecnologia pode ser utilizada como uma ferramenta poderosa para salvar a vida de muitas mulheres, constantemente vítimas de agressões – parte delas sequer é socorrida quando pede ajuda. A sociedade precisa se movimentar contra os casos de agressão, pois uma ajuda nesse momento é crucial pode impedir que a vítima se torne mais uma mulher nas estatísticas de feminicídio no país.”, comenta Ana Paula.

Sobre a CESAR School

A CESAR School é um espaço voltado para a formação de profissionais inovadores com capacidade para executar projetos que tragam mudanças relevantes para a sociedade. A instituição faz parte da Porto Digital, em Recife, um dos principais parques tecnológicos do Brasil.

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!