Projetos do NE são destaque no Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social

11 de novembro de 2019

Por Impacta Nordeste


No mês de outubro aconteceu a 10° edição do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social. A cerimônia aconteceu em Brasília e contou com a presença de 600 pessoas, entre eles, o Ministro da Cidadania Osmar Terra, representantes da diretoria do BB e de entidades parceiras.

O objetivo do evento é celebrar as iniciativas de tecnologia social desenvolvidas por organizações, instituições de ensino e prefeituras em conjunto com as comunidades e que possuem grande potencial de transformação social.

“Não somos um banco social, mas somos um banco que tem metade do seu capital pertencente a acionistas privados, mas nem por isso ele deixa de observar sua responsabilidade social. E essa responsabilidade se materializa em dois canais: os Centros Culturais (CCBB) e a Fundação BB. Por meio de um, nós promovemos a cultura de diversas formas, como a Fundação BB, a nossa preocupação principal é com a inclusão social.”, diz Rubem Alves, presidente do Banco do Brasil.

Asclepius Soares, presidente da Fundação BB, também esteve presente no evento. Segundo ele, “As tecnologias sociais tem seu valor. Elas provam que existem muitas maneiras de resolver problemas complexos, de maneira simples, e um exemplo é o soro caseiro, as cisternas de placas implementadas no semiárido brasileiro.”

A edição 2019 do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social teve 801 inscritos e 123 projetos foram escolhidos para integrar a plataforma digital Transforma!, ferramenta colaborativa criada pela Fundação que reúne os mais diversos projetos de tecnologia social ativos no Brasil. 

Dentre os vencedores, seis iniciativas do Nordeste estavam entre os finalistas. Confira!

Categoria Mulheres na Agroecologia

1° lugar: Mulheres Protagonistas no Beneficiamento de Produtos Arqueológicos – Cooperativa Agropecuária de Alagoas (Flexeiras – AL). 

3° lugar: Programa Educacional de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável (PEADS) – Serviço de Tecnologia Alternativa (Ibimirim – PE)

Premiação especial: Gestão Comunitária e Algodão Agroecológico

1° lugar: O Algodão Agroecológico Gerando Renda e Conhecimento no Curimataú Paraibano – Associação de Apoio a Políticas de Melhoria da Qualidade de Vida, Meio Ambiente e Verticalização da Produção Familiar (Remígio – PB)

2° lugar: Algodão Agroecológico no Fortalecimento da Agricultura Familiar e Associativismo – Associação de Desenvolvimento Educacional e Cultural de Tauá (Tauá – CE)

Categoria nacional: Educação

1° lugar: Vamos enCURTAr essa história? – Erem Frei Orlando (Itambé – PE)

Categoria nacional: Geração de Renda

2° lugar: CLOC (Criatividade – Lógica – Oportunidade – Crescimento) – Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (Santa Luzia do Itanhy – SE)

Quer conhecer outros projetos sociais incríveis no Nordeste? Acesse agora a seção Mapeamento de ONGs no Portal Impacta Nordeste!