Relatório faz análise sobre iniciativas sociais em combate à pandemia do Covid-19 no Brasil

19 de maio de 2020

Por Impacta Nordeste
Com informações de GIFE


A ponteAponte, empresa de consultoria especializada em identificar e conectar iniciativas de impacto socioambiental, divulgou na última semana o balanço sobre os últimos 60 dias de pandemia de covid-19 no Brasil, com reflexões e tendências em filantropia, investimento social e o campo de impacto social.

O relatório realizou uma análise quantitativa (154 ações) e qualitativa (260 ações) entre 450 iniciativas e campanhas solidárias criadas por instituições privadas, filantropos, chamadas públicas, movimentos sociais dentre outras organizações, feitas especialmente para as periferias brasileiras para combater a pandemia.

Segundo a ponteAponte, o relatório Os primeiros 60 dias de Covid-19 no Brasil em 60 fatos, reflexões e tendências em filantropia, investimento social e no campo de impacto social, tem o objetivo de gerar inteligência e informações para o campo socioambiental brasileiro. 

Os 60 fatos que compõem a estrutura do relatório foram divididos em cinco blocos: 

  • os movimentos de institutos, fundações, empresas, filantropos e intermediários no período de dois meses
  • campanhas de arrecadações e doações (análises, oportunidades e desafios)
  • editais, fundos e chamadas públicas
  • boas práticas em comunicação
  • recomendações

Dentre os assuntos citados, a análise cita o rápido crescimento de iniciativas dos filantropos e investidores sociais para arrecadar dinheiro e artigos/produtos para populações mais vulneráveis, principalmente na segunda quinzena de março em São Paulo e Rio de Janeiro. 

Também foram abordados a redução do surgimento de novas ações e maior coordenação das iniciativas existentes, a atuação das organizações com larga experiência em periferias, doação financeira por empresas e iniciativas (produção e distribuição de álcool em gel), entre outras iniciativas.

“Nós tínhamos a percepção clara de que não era uma crise pontual (pandemia do covid-19), mas sim uma situação complexa, e julgamos que as ações precisavam começar a pensar nisso. A ideia do mapeamento era olhar para o que estava sendo feito e analisar sobreposições, onde havia escassez de iniciativas e pensar em formas de ajudar esse direcionamento de esforços e recursos.”, comenta Rachel Aiñol, diretora de alianças da ponteAponte.

O relatório também pretende impulsionar novas ações emergenciais e ajudar a projetar os próximos passos para o futuro do Brasil. “Os fundos emergenciais, distribuições de kits de higiene e de alimentação são essenciais, uma vez que muitas pessoas estão passando fome e morrendo, considerando as vulnerabilidades de um país altamente desigual como o Brasil. Entretanto, também tentamos dar um passo além do momento atual para visualizar para onde estamos caminhando e de que forma podemos repensar alguns dos nossos processos e até a cultura dos atores do investimento social.”, afirma Cássio Aoqui, diretor executivo da ponteAponte.

Para conferir o relatório Os primeiros 60 dias de Covid-19 no Brasil em 60 fatos, reflexões e tendências em filantropia, investimento social e no campo de impacto social completo, clique aqui ou visite o site da ponteAponte.

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!