Economia CriativaImpacta+

Assamble facilita a gestão de negócios da economia criativa

4 mins de leitura

Plataforma desenvolvida no Piauí ajuda o pequeno empreendedor criativo a gerenciar sua empresa.

Trabalhar com a criatividade pode parecer um sonho para muitas pessoas, mas é a realidade de milhões de empreendedores da Economia Criativa. Entende-se por Economia Criativa qualquer serviço ou produto que gere valor econômico por meio do capital intelectual, cultural e da criatividade.

Segundo pesquisa feita pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), a Economia Criativa movimentou R$ 171,5 bilhões no Brasil em 2017.

A indústria criativa é bastante diversa. Contempla setores que vão desde a publicidade e marketing, arquitetura, design, moda, passando pela música, expressões culturais, artesanato, audiovisual, até o desenvolvimento de games, biotecnologia e comunicação.

O mercado possui empresas de grande porte até micro empreendedores individuais. Com a crescente taxa de desemprego no Brasil, muitos viram no empreendedorismo uma forma para driblar a crise financeira; outros o fizeram por necessidade. Empreender na economia criativa se tornou uma opção para muitas pessoas nessa situação.

Além de uma mente criativa, o empreendedor da economia criativa necessita de habilidades para transformar suas ideias em negócios rentáveis. Afinal, é necessário que sua criação lhe proporcione renda.

Um dos grandes desafios para os microempresários desse setor é realizar a gestão de seus negócios. Desempenhando múltiplas funções, esses empreendedores nem sempre conseguem conciliar a criação e a produção com outras tarefas fundamentais como o atendimento e o processo de vendas.

Foi pensando em auxiliar esse público que Lorena Eva Martins Luz criou a Assamble, uma plataforma de gestão de negócios criativos. A empresa foi finalista, na categoria Tecnologia, do prêmio regional do Mapeamento Sebrae de Economia Criativa do Nordeste. A iniciativa realizada pelo Sebrae, em parceria com o Impacta Nordeste, teve como objetivo compreender melhor o ecossistema de economia criativa na região.

Conversamos com a empreendedora sobre a plataforma e sobre os desafios enfrentados por milhões de pequenos empreendedores da economia criativa.

Origem

Como a Assamble ajudar os empreendedores (Foto: Assamble)

A Assamble é uma plataforma de gestão de negócios que possui as ferramentas essenciais para ajudar na rotina de atendimento e produção de quem tem um negócio criativo. É uma solução online de uso fácil e intuitivo para criar orçamentos, gerenciar pedidos, criar catálogo online, calendário de entrega, controle de recebidos e custos.

A ferramenta foi pensada para empreendedores que trabalham no setor criativo como papelaria personalizada, cartonagem, encadernação, personalizados de festas e demais segmentos do artesanato que trabalham com pedidos sob encomenda.

O negócio surgiu a partir da experiência da sua idealizadora Lorena Eva Martins Luz.  Ela conta que trabalhava com produtos personalizados de festas e brindes artesanais e com a demanda dos pedidos, começou a sentir dificuldades na gestão da empresa, problemas com organização, operação, gerenciamento de agenda e prazos para entrega.

“Tentamos encontrar uma ferramenta que nos auxiliasse de forma facilitada nesse controle, já que o empreendedor criativo, muitas vezes, realiza boa parte das atividades como vendas, atendimento e produção. Não encontramos uma solução específica para o setor. As soluções existentes no mercado são muitas vezes caras ou com excesso de funcionalidades que acabam gerando mais trabalho para a rotina do criativo”

Lorena Eva Martins Luz, Criadora da Assamble

Nesse contexto nasceu a Assamble, com um novo conceito de facilidade e de apoio aos empreendedores criativos, com objetivo de ajudá-los a terem negócios mais rentáveis e organizados.

Painel do usuário com resumo dos pedidos e orçamentos (Foto: Assemble)

A empresa tem o propósito de impactar com a ideia de que melhorando a operação de um negócio criativo, ele se tornará mais rentável. “Desde a concepção, seguimos o conceito da facilidade, colocar uma grande inteligência de negócios a partir do mínimo de esforço por parte de quem usa”, disse Lorena.

A plataforma tem como missão dar apoio de forma acessível e barata aos empreendedores por meio da tecnologia. “Boa parte da parcela dos empreendedores criativos entra no setor para complementar renda, ou até mesmo obter alguma renda para sustentar a família, e queremos mudar essa realidade, queremos que o setor criativo se mostre como alternativa para investimentos e potencialização”, afirma.

Desafios do empreendedor criativo

Sobre os desafios enfrentados pelos empreendedores criativos, Lorena acredita que falta apoio e direcionamento para o crescimento do negócio e uma forma de conciliar a vida pessoal com a operação do negócio, além das necessidades básicas de renda. Ela afirma que na maioria dos casos, o empreendedor criativo segue a empreitada de forma solitária, assumindo todas as atividades para conduzir o negócio, como atendimento, venda, entrega, produção, entre outros.

Diante disso, observa-se uma grande sobrecarga de tarefas nos empreendedores criativos somados com as obrigações pessoais. A consequência vem justamente na dificuldade da gestão, e com isso a dificuldade em crescer, ou até mesmo manter o negócio.

Futuro

Para o futuro, a empreendedora afirma que tem planos para contribuir com o mercado criativo. “O principal sonho é realmente impactar o setor de empreendedores criativos no Brasil e no mundo, principalmente dos mais carentes, que assumiram o desafio de empreendedor nesse setor.”

Hoje estamos ajudando a organizar a agenda e a rotina, futuramente queremos ir além, oferecendo crédito aos criativos, inteligência artificial que oriente o dia-a-dia e quais pontos podem ser melhorados no negócio.

LORENA EVA MARTINS LUZ, CRIADORA DA ASSAMBLE

“Hoje estamos ajudando a organizar a agenda e a rotina, futuramente queremos ir além, oferecendo crédito aos criativos, inteligência artificial que oriente o dia-a-dia e quais pontos podem ser melhorados no negócio. Queremos ser a primeira empresa a conectar todos os envolvidos, desde a fábrica, fornecedores, empreendedores criativos e consumidores finais”, finaliza.

Assine nossa neswletter