Investimento Social Privado no Brasil atinge marca de R$3,25 bilhões em 2018. Confira esse e outros dados na 9ª edição do Censo GIFE

4 de dezembro de 2019

Por Impacta Nordeste
Com informações do GIFE
Foto: GIFE


No dia 28 de novembro, o GIFE (Grupo de Institutos e Fundações Empresariais) lançou a nona edição do Censo GIFE. O estudo, que é considerado uma das principais pesquisas sobre investimento social privado (ISP) no Brasil, é produzido a cada dois anos desde 2001 e fornece informações sobre as principais características e tendências dos investidores sociais privados brasileiros a partir de dados das instituições associadas ao GIFE.

Censo GIFE tem auxiliado as organizações em seus processos de tomada de decisão, fomentando o aprimoramento da atuação das instituições e apontando caminhos para o fortalecimento e a qualificação do campo no Brasil.

Entre as novidades da edição 2018 estão novas temáticas abordadas, como inovação, prevenção de risco e gestão de crise, atuação em rede, influência do ambiente de atuação nas estratégias das organizações, além do aprimoramento de perguntas sobre comunicação, avaliação e apoio a organizações da sociedade civil (OSCs) e financiamento a terceiros.

Para José Marcelo Zacchi, secretário-geral do GIFE, o trabalho da instituição, incluindo a produção do Censo, dialoga com o esforço de fazer do GIFE um pólo de rede. “Uma rede que funciona como ambiente amplo de catalisação para o fortalecimento do campo da filantropia, do investimento social privado, do terceiro setor e da sociedade civil como um todo no país e que está a serviço desse ecossistema de forma ampla.”

No dia 2 de novembro, o GIFE lançou a Rede de Investidores Sociais do Nordeste (RIS Nordeste) na cidade de Fortaleza. O Impacta Nordeste esteve presente e você pode conferir como foi clicando aqui.

O secretário lembrou que toda essa atuação depende de um ambiente sólido de liberdades e práticas democráticas. “Infelizmente, não dá para dizer que esses últimos anos, em particular este, tenham sido um período em que avançamos nessa dimensão. Dez dias após ser nomeada entre as 100 melhores ONGs do país, o Saúde e Alegria foi surpreendido por uma ação da polícia do Pará. Seria só um incidente, se pudéssemos dizer que é um caso isolado. Por isso, entendemos que seria oportuno fazer uma comunicação pública a respeito do episódio”, afirmou.

A nota à qual se refere o secretário, intitulada “2019, Cidadania e Estado de Direito”, está disponível no site do GIFE.

Principais dados da pesquisa

Entre os diversos indicadores apresentados pela pesquisa, destaca-se a ampliação da base da pesquisa para 133 respondentes, 17 a mais do que em 2016. Desse total, 52% são institutos e fundações empresariais, 22% familiares, 13% independentes e 13% empresas que, juntos, investiram 3,25 bilhões de reais em 2018.

Outro destaque da edição diz respeito ao aumento do investimento em projetos de terceiros, que passou de 21%, em 2016, para 35% do investimento total, em 2018, somando 1,1 bilhão de reais. Dessa forma, os investimentos em programas e ações próprias caíram de 60%, em 2016, para 50%, em 2018.

Confira a análise completa no site GIFE, clicando aqui.

O Impacta Nordeste realiza uma curadoria de conteúdo para ajudar os empreendedores sociais da região. Confira essa e outras pesquisas na seção “Conhecimento” do portal clicando aqui.

Gostou do nosso site? Siga o Impacta Nordeste, assine a nossa newsletter e compartilhe com os amigos!